Você conhece a prótese dentaria inferior

A prótese dentaria inferior, popularmente conhecida como dentadura é fabricada com base no maxilar e na anatomia de cada paciente. Ela é feita sob medida em laboratório especializado e fica apoiada apenas na gengiva, por isso é móvel e tem facilidade de ser retirada. A busca por um sorriso bonito e confiante é uma preocupação comum de quem usa prótese dentária. No entanto, a prótese dentaria inferior nunca repõe todos os dentes, apenas alguns. Por isso, o receio de alguns pacientes quando sorri ou comem alimentos mais duros.

Assim como nos outros modelos de dentadura, a prótese dentaria inferior também é formada por grampos, que são feitos com resina na mesma cor dos dentes e a parte de silicone fabricada no mesmo tom da gengiva, se assemelhando assim a boca natural dos pacientes. Esses grampos servem para manter a prótese no lugar, no entanto não são tão eficientes quando os grampos metálicos, que retém e fixam a prótese dentária.

Para quem é indicado o uso da prótese dentaria inferior?

  • Pacientes com dentes faltantes;
  • Quem deseja remover a prótese sempre que quiser;
  • Quem precisa aguardar um implante dentário;
  • Substituição estética de estrutura metálica;
  • Quem deseja fazer a higienização com mais facilidade.

Quando usar uma prótese dentaria inferior?

Devido a alta demanda por dentaduras de silicone, é relevante avaliar quando realmente é necessário o uso da prótese. Segundo especialistas, a ideia principal é melhorar a segurança dentária, por meio da mastigação. Além disso, esse tipo de material se mostra eficiente quando for utilizado durante o período de confecção de outra, ou ainda para uso imediato, após cirurgia de implante dentário. A questão estética também torna-se um fator decisivo na escolha da prótese.

Contudo, o processo de adaptação de uma prótese dentaria inferior nunca se dá por completo, por isso ela é mais indicada para uso provisório. Nesse contexto, é importante que a gengiva do paciente se adapte de forma rápida e eficiente à prótese dentaria inferior, para que não surjam irritações visíveis na gengiva do paciente, nesse processo de adaptação.

No geral, a nova prótese dentaria inferior pode ser trocada num período de quatro em quatro anos, e assim devolver um sorriso bonito e uma autoestima elevada para os pacientes. Procure um especialista para fazer uma avaliação.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende prótese dentaria inferior:


prótese dentaria inferior
prótese dentaria inferior